Solidão é uma árvore frondosa…

um mar infinito, um barco à deriva, uma rocha centenária, um grão de areia levado pelas ondas…